quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Namoro a distância.

 Desde que eu escrevi um texto expondo meus sentimentos sobre amor a distância eu recebi alguns comentários perguntando se a história é real. Então aqui estou eu para falar um pouquinho sobre minha história de amor. 
  A história começou quando eu ainda estava em outro relacionamento, um relacionamento abusivo que não me permitia ter amigos em redes sociais e muito menos sair na rua sem sua companhia. Nessa época eu já sabia que queria mais do que qualquer coisa fazer um intercâmbio e já comecei a estudar inglês por conta própria para poder um dia ser Au Pair. Isso foi exatamente quando eu tinha 18 anos, três anos atrás. Estudando sozinha eu conheci a plataforma Interpals, foi nesse site que eu conheci um típico garoto americano, o byb (meu apelido carinhoso para ele hehe.) Na época ele tinha 24 anos, sua foto de perfil era com o uniforme da marinha americana e isso é uma das coisas que me chamaram a atenção, de dez fotos, nove eram com bandeiras americanas, roupas da marinha ou do exército.Achei isso curioso mas não mandei nenhuma mensagem, porém o interpals é igual ao falecido orkut, ele mostra quem visitou seu perfil. E o byb me mandou uma mensagem no mesmo dia: Oi garota brasil.
 Apesar de seu português ser bom, ele cometia (e comete até hoje) esses pequenos errinhos, achando graça por ele ter escrito Brasil ao invés de brasileira levei a conversa na brincadeira, acabou que garota brasil é meu apelido até hoje.
  Começamos a conversar todos os dias, sempre fomos bons amigos, ele me ajudava com o inglês e eu o ajudava com o português. Depois de um ano de conversa, quando eu tinha 19 anos meu namoro acabou. Foi como um fardo tirado das minhas costas, pois foi um relacionamento que não me agregou absolutamente nada. Mas a tristeza também me acompanhou, me vi sem amigos. Estava completamente sozinha. Foi nessa época que o byb e eu começamos a conversar coisas pessoais ao invés de somente coisas relacionadas a idiomas, estudos e nossos devidos países. Ele se tornou meu melhor e único amigo na época, me abri para ele e ele se mostrou um bom ouvinte e conselheiro. Passamos a fazer tudo juntos mesmo com a distância de mais de sete mil km e um fuso horário de quatro horas de diferença, eu virava noites assistindo séries com ele e dando muitas risadas. Foi nesse ponto que eu já não entendia mais meus sentimentos por ele. Um dia sem sua mensagem parecia um dia desperdiçado. Mas seria possível se apaixonar através de chamadas de vídeo? Eu descobri que sim. Mas tudo era confuso para mim, éramos apenas amigos e eu continuava vivendo minha vida em São Paulo, conhecia pessoas nas baladas, eram beijos sem compromisso mas depois de um tempo isso passou a me incomodar. Eu só não sabia que ele sentia o mesmo.
 Em junho de 2016 ele me chamou para conversar como sempre, mas ele parecia diferente. Foi então que do jeito mais fofo do mundo ele se declarou para mim. Eu só sabia chorar, podem imaginar a cena, uma garota em seu quarto, vestindo um pijama do homem aranha e chorando na frente da web cam.
 O começo foi bem difícil, não estávamos juntos ainda. Meus amigos/família não sabiam nada sobre ele, ainda não sabem. Somente algumas amigas viram nossas fotos juntos e vieram perguntar, mas ainda assim é sempre difícil explicar.
 Ah claro, vou explicar as fotos. Depois de alguns meses da declaração chegou o dia do tão sonhado encontro que sempre pareceu tão impossível. Em dezembro ele viajou . De Texas para NYC, de NYC para Rio de Janeiro e do Rio finalmente para São Paulo.
 Foram só cinco dias ao seu lado. Cinco dias maravilhosos e mágicos que viraram meu mundo de cabeça para baixo. Além da distância ainda é complicado falar sobre isso com familiares e amigos, não escondemos nossas fotos. Mas também não nos expomos com textos diretos e marcações. Ainda estamos muito assustados com tudo que está acontecendo. No dia 20 de dezembro, último dia dele no Brasil ele me pediu em namoro, eu não aceitei mas também não disse que não. Nossa relação não tem um rótulo definido mas não é como se precisasse. Estamos pouco mais de um mês juntos e ainda é muito pouco tempo, mas se for parar para pensar na distância e nos anos de amizade, é como se fosse tempo o suficiente.
 Eu gostaria muito de falar sobre coisas que são essenciais para uma relação a distância dar certo, mas se fosse fazer isso aqui esse post seria muito maior do que já é. E também gostaria de saber o que vocês acham da ideia? Tem algo que vocês gostariam de saber especificamente?
 Até o próximo post, beijos!

26 comentários:

  1. Ai, por favor, posta sobre como dar certo essa relacao a distancia sim. Adorei a tua história, vivi até uma "parecida" comigo morando em Munique, mas a relacao era meio abusiva, penso eu.
    Voce escreve muito bem e esse tema é ótimo para se abordar.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar que posto sim!
      Relacionamentos abusivos acontecem tanto de perto como de longe e são horríveis :(

      Excluir
  2. Olá! Nossa, sua história é realmente muito bonita! Primeiro: parabéns por ter conseguido sair de um relacionamento abusivo e até bem... As vezes esses relacionamentos quando acabam parecem que saem levando um pedaço da gente, ainda mais quando o cara coloca a culpa de tudo em cima de vc (foi o meu caso)... E eu sei (com certeza) que relacionamentos à distância são bem complicados, mas... O amor tudo supera e se for pra ser, pode deixar que vai ser! Vou ficar aqui na torcida!!!

    bjs

    Inajara

    www.vintageandgeek.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!!
      Sabe, ainda não me sinto 100% em relação a isso, me pego relembrando momentos que gostaria de esquecer, bate um medo, choro, sinto raiva, nojo, mil coisas. Mas esse novo relacionamento está de fato me ajudando a superar tudo isso.
      E era bem assim mesmo, toda a culpa sobre todas as coisas eram minhas :(
      Força pra ti e pra nós.
      E muito obrigada <3

      Excluir
  3. Sua história é muito linda, realmente namoro a distância é muito complicado. O meu mora 4 horas longe de mim. E só nos vemos nos dias de semana, ele é da marinha e trabalha perto de mim. Quando ele precisa ficar em casa, meu coração fica apertado mas a base de tudo sempre será a confiança!! Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria tanto ver ele todo final de semana :( haha mas entendo que cada distância trás suas complicações. Boa sorte pra vocês dois!

      Excluir
  4. Nossa, deve ser muito difícil manter um relacionamento a distância. Mas se apesar de tudo vale a pena e te faz feliz, porque não continuar? É amor, e por ele sempre vale a pena lutar, desde que não seja tóxico.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente? Apesar de parecer, não é assim tão difícil. Tem os momentos que a barra pesa, mas de resto, só de saber que tenho ele já deixa meu coração feliz.
      E concordo plenamente contigo.

      Excluir
  5. Tati que história mais linda! Sei bem como se sentiu quando descobriu seus sentimentos, eu mesma me sinto confusa até hoje??? hahaha Isso me fez lembrar do meu começo com a minha bae, ela é demais e são quase dois anos juntas e sofrendo com esses vários km. Também não temos um rótulo específico mas eu sei que é tudo verdadeiro demais. Espero que dê tudo, mas tudo certo entre vocês e que vocês sejam super felizes. To muito feliz de saber que saiu de um relacionamento tão tóxico pra um que te faz tão bem! Beijão

    Quero ser Miranda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!!
      Poxa, entendo você perfeitamente então! E o importante é isso: Ser verdadeiro.
      Fico aqui na torcida por vocês também e agradeço de coração por esse comentário!
      Um beijo!

      Excluir
  6. Olá!
    Que história linda. Eu, infelizmente, não sei se aceitaria ter um namoro à distância, não pelo fato de não confiar na pessoa, mas pelo fato de não vê-lo por muito tempo e, assim que eu o encontrasse, ficaria muito emotiva e choraria muito, além de poder causar uma briga por pequenas coisas. Espero que o relacionamento de vocês dê certo =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que a distância diminua as brigas, pelo menos no meu caso, acontece isso. Nos vimos tão pouco, brigar pra que? Aproveitamos ao máximo cada momento juntos.

      Excluir
  7. Ter um relacionamento à distância é abrir mão de uma série de coisas, sendo a companhia física a principal! Se os dois tiverem claro o que querem para a vida a dois, então, bora ser feliz! Clareza é a chave para um relacionamento feliz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ter um relacionamento é abrir mão de muitas coisas, a distância, ou não.
      Esse é sem dúvida o relacionamento mais feliz que já tive.

      Excluir
  8. Namorei a distância por 2 anos e foi a pior experiência da minha vida, eu era muito novinha e imatura e fui feita de besta!Hoje nao sei se faria de novo nao
    Parabéns pelo blog :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então acredito que o problema do relacionamento foi a sua maturidade e as atitudes dele, não a distância.
      Qualquer relacionamento pode ter problemas.
      Obrigada! :D

      Excluir
  9. Ahhh que fofos! Com a tecnologia, com a mente mais aberta, com os pais alertando mais os filhos e com as formas que a gente tem de provar que não somos aqueles "estupradores" que te sequestram e levam pra outros países (risos), está mais fácil de arranjar amigos virtuais e até namorados, eu mesma, a maioria dos meus amigos, aqueles que sempre estiveram comigo são virtuais, ADOREI seu blog e esse post, faça mais <3 <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! hahahaha minha mãe ainda não confia, falar pra ela sobre ele ainda vai ser MUITO difícil.
      Meus melhores amigos são virtuais também!!
      Obrigada! beijos!

      Excluir
  10. Namoro a distancia é bem delicado, bem todo mundo compreende, quando eu era nova, era o alge do orkut, conheci um rapaz do Maranhão, passávamos horas conversando, isso quando não mandávamos e-mail. Os anos se passaram e cada um foi pro seu canto, e mesmo assim até hoje nunca conheci pessoalmente o rapaz.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive uns dois namorados virtuais na época do orkut também, mas não os conheci, não foram nada "Sérios"
      Mas acho que qualquer namoro é delicado, mas de fato, poucas pessoas entendem o namoro a distância :(

      Excluir
  11. Que história mais lindaaa, fiquei até arrepiada. Você parece conseguir fazer tudo funcionar muito bem à distância. Vou sair desse post e já ir para o outro que você citou no começo do texto. Nunca me relacionei a distância, não sei se tenho muita maturidade para isso (sofreria bastante). Muito fofo ele vir te ver aqui em São Paulo. E você, quando vai pra lá?
    Beijosss linda <3

    www.madamices.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! Fiquei muito muito feliz com seu comentário, e espero que goste do primeiro post que mencionei <3
      Olha, sobre sofrer, eu sofro bastante as vezes, mas ao mesmo tempo nunca fui tão feliz na vida haha é bem confuso...
      Achei a atitude dele a coisa mais linda do mundo! Eu vou se tudo der certo no começo de 2018, pode até ser que antes se o universo conspirar haha

      Obrigada e beijos!!! <3

      Excluir
  12. Que fofo!!
    Distancia consegue ser muito complicado por vezes mas o amor vence tudo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  13. Que história maravigold é essa? Estou emocionada com tudo isso! Namoro a distância é bem delicado e meio complicado né? Eu amei essa história <3
    http://cantinhodeideiasdamari.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! Concordo contigo, mas é muito bom também, apesar de suas dificuldades. Beijos!

      Excluir

© CAPRICATI © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR DESIGNLC. imagem-logo