terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Minha nova melhor amiga

Não arrumei a minha cama, deixei os livros espalhados por ela e por todo o chão. O rádio estava ligado numa dessas estações de música romântica dos anos 80. A janela estava aberta, mas não tinha nenhum sol no céu para iluminar as paredes desbotadas do meu quarto.
Estava frio, mas não me incomodei em vestir algum casaco, gostava da sensação do vento frio encostando na minha pele, me causando arrepios.
Minha casa estava vazia, apenas eu e minha nova melhor amiga: a solidão.
Ela bateu em minha porta, sem delongas, atendi de braços abertos, nossa convivência é clara e triste, e apesar de ser triste, confesso: Não poderia encontrado companhia melhor.
A solidão está sempre comigo, e isso me faz bem, só assim posso ficar quietinha no meu mundo, só ela não me incomoda  não me faz fechar um livro no meio da leitura ou então tirar os fones de ouvido na melhor parte da música, todas as outras pessoas que já vieram morar comigo faziam isso.
Talvez eu seja mesmo uma pessoa anti-sociável, que só pode ter a solidão como amiga, mas estou cansada de sempre jogar a culpa em mim mesma, e se a culpa for mesmo das outras pessoas? Por qual motivo apenas eu estou sempre errada? Não tenho culpa se não gosto de ser interrompida, ou repreendida a cada erro, principalmente se nunca interrompi ou reprendi alguém em toda a minha vida.
Estou sempre sozinha, mas ao mesmo tempo rodeada de verdadeiros amigos, não existe amizade melhor do que os personagens fieis dos meus livros preferidos, é com eles que viajo por terras distantes, conheço príncipes, bruxas e magos, castelos e casas abandonadas.
Se um dia tu me encontrar na rua, só irá ver uma garota de mãos dadas com a  solidão. Pode passar despercebido para sua vista, mas eu estarei com um livro nas mãos, ou com um simples fone de ouvido, e esses objetos estarão me levando para longe da tua realidade.




1 comentários:

  1. Adorei seu texto! Também gosto de ficar sozinha as vezes, no computador... Principalmente ficar sozinha em casa. E quando saio de casa, as vezes nem converso direito com pessoas.

    Beijos,
    http://nerdassumida.blogspot.com/

    ResponderExcluir

© CAPRICATI © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR DESIGNLC. imagem-logo