terça-feira, 13 de maio de 2014

Projeto "TALK" : Tatuagem.

  Olá pessoal!
  Recentemente vocês viram aqui no blog (ou não) a minha primeira postagem sobre tatuagens, aonde coloquei meu ponto de vista sobre um corpo perfeito, quem leu a matéria pode perceber que eu sou totalmente a favor dessa arte feita em nossos corpos.
  É claro que em nossa sociedade o preconceito ainda é gigante, e as tatuagens são vistas como algo imaturo na maioria das vezes. Entretanto, ultimamente estão sendo criadas dezenas de campanhas por sites e revistas conceituados com o objetivo de limpar essa imagem, campanhas essas que mostram pessoas executivas e bem realizadas profissionalmente e idosos nem um pouco arrependidos com alguma (ou várias) artes pelo corpo.
  Sempre que eu declaro esse meu amor por tatuagens e descrevo a lista das que pretendo ter em meu corpo, surge um ser humano que em geral nem na conversa estava e diz "Mas e quando você ficar velha?", a reposta é simples: Serei uma senhora toda tatuada. Eu tenho sim a consciência de que as coisas mudam, de que nossos gostos se modificam com o passar dos anos, mas eu também me conheço o suficiente para saber que as coisas que eu amo, se tornam parte de mim, independentemente de um dia esse amor se transformará em admiração ou apenas uma lembrança de um passado distante.
  Desejo um dia olhar para todas as minhas tatuagens (a maioria que só existem nos meus sonhos, por enquanto) e enxergar o que eu já fui um dia, ver alguma tatuagem literária em meu corpo e não me lembrar de quase nenhuma palavra, se memória ficar tão falha ao ponto de não me lembrar nem mesmo do enredo principal, mas ter a consciência de que um dia, aquilo era uma das coisas mais importantes da minha vida.
  Sobre a profissão, eu graças a Deus trabalho em um lugar aonde tatuagens são permitidas, e sinceramente é só estudar um pouco sobre a gestão de negócios e as tendências sobre o mundo de trabalho e vamos perceber que em alguns anos, as tatuagens não serão mais um problema. E para mim, sinceramente, nunca serão. Eu sei o que quero e o que vou ser, todas as profissões que pretendo seguir me dão a livre opção de escolha em pintar meu corpo eternamente, caso não seja assim com você, outro ponto a ser questionado, as tatuagens são suas, não do mundo e nem para o mundo. Nem todas as tatuagens devem ou precisam ser vistas por aí, ou seja, não tem tantos empecilhos assim.
  Mas é claro, a tatuagem é algo eterno e deve ter um significado único para nós mesmos, e se você não gosta, simplesmente não faça, apontar o dedo para aquele que tem e insultar é fácil, mas pode gerar uma confusão tão, tão desnecessária, que realmente não vale a pena.
  Outro fator mega importante e que deve ser levado em conta caso você deseje fazer a sua tatuagem é: Não economize, vale muito mais a pena pagar caro em um trabalho de qualidade, afinal, a tatuagem vai estar sempre ali, pode ser removida, sim, pode, mas o processo é longo, dolorido e ainda mais caro. Doenças existem sim e pode acontecer de você se contaminar se fizer em um lugar não higienizado.
  Se você fizer tudo direitinho, seguir as recomendações do seu tatuador, e concluir uma arte em seu corpo que representa um pouco de você, não tem erro, sua tatuagem estará linda, não importa o que os outros digam. 
  Sua tatuagem é sua, ela é você.

(O projeto talk surgiu da ideia de um grupo de blogueiras amigas discutirem assuntos diversos, toda semana (ou sempre que der), estaremos falando sobre temas aleatórios, do ponto de vista de cada uma de nós, que temos personalidades e gostos distintos.)



6 comentários:

  1. Adorei o post! Sua escrita conseguiu passar perfeitamente seu ponto de vista. A parte do ''serei uma senhora tatuada'', nunca tinha pensado nisso! Não faço uma tatuagem porque ainda tô crescendo, não me conheço tão perfeitamente assim, mas não faria nenhuma com nome, porque é arrependimento na certa! ahaha
    Beijos, escrevoporvicio.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que bom que consegui transmitir isso *-*
      Sim sim, de fato tatuar nome é algo beeem estranho xD
      Beijinhos!

      Excluir
  2. adorei o post!Esse negócio de senhora tatuada,parece o meu pai falando,haha!Ele diz que não quer que eu faça nenhum porque quando fica mais velha fica feio,mas eu quero fazer pelo menos umas 3,porque adoro,mas não vão ser muito grandes.bj
    http://distractionsofaagirl-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não acho que fica feio, fica bem original, acho. E bem, os idosos não ligam tanto pra aparência depois de mais velhos, afinal, é ano a menos e não a mais a ser contado, né?
      Eu prefiro as pequenas também, mas quero umas grandes ao mesmo tempo hehe
      Beijos!

      Excluir
  3. Adorei o projeto, e adorei o tema <3
    O que as pessoas tinham que parar de criar caso mesmo é o que a outra faz com o corpo, pô, cada um tem o seu e faz nele o que bem entender. Isso não quer dizer ser imatura ou ser menos profissional, essas coisas me irriiiiitaaaaaaaaao o.ó sério mesmo, acho que é pq eu já to cansada de tudo isso, eu no caso, ignoro todo mundo iuashuia mas eu sei que tem muita gente que não é assim e eu queria poder fazer algo por eles :/
    peixinhos <3

    Loud Like Moi

    ResponderExcluir
  4. Adoro tatuagem, tenho um dragão na parte interna do braço e este ano pretendo fazer um samurai na perna esquerda. Cada um é dono do seu corpo e faz dele o que quiser.

    Obrigado pela visita no meu blog, já estou seguindo você.

    Abraço,
    Diego de França
    Leitor Sagaz | Grupo Amantes da Literatura no Facebook

    ResponderExcluir

© CAPRICATI © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR DESIGNLC. imagem-logo