sexta-feira, 1 de agosto de 2014

"São tempos difíceis para os sonhadores."

  Abri a página de nova postagem tem umas duas e horas e nesse tempo fiquei indecisa com o título desse post, por algum motivo as coisas começaram a parecer mais complicadas para mim, não que tenham realmente se complicado, talvez seja somente minha forma de ver as coisas que está se modificando. Mas antes de perder a linha de raciocínio e desistir de postar, optei por escolher uma das minhas frases preferidas e que diz muito sobre o momento que estou vivendo.

  É complicado escrever depois de um tempo fora, foram apenas pouco mais de duas semanas, e se for comparar, já fiquei mais de doze meses sem postar em algum blog, mas de alguma forma aqui foi diferente, me senti com uma responsabilidade diferente, jamais imaginaria que ao tirar o blog do ar, receberia mensagens, ask's e tweet's perguntando quando (e se) voltaria. Falando de uma forma sincera: Não tem como encontrar as palavras para descrever o quanto sou agradecida por ter vocês na minha vida, por isso peço perdão para minhas leitores e colaboradoras, que de uma hora para outra, ficaram sem explicação. Prometo que com o tempo tudo vai voltar ao normal, os post's dos projetos fotográficos (que deveriam ir ao ar hoje, serão atualizados, então por favor, não reparem na bagunça.)

    E eu queria poder vir aqui e dar uma explicação plausível pelo meu sumiço, mas acho que o máximo que posso dizer é: Estava em uma crise existencial, sem controle algum, com o passar dos minutos, minha crise existencial entrou em crise existencial e eu já comecei a ficar na dúvida se podia confiar em meus sentimentos e pensamentos, me afastei de vocês e acabei me afastando do mundo, até mesmo daquelas pessoas que tinha que conviver diariamente, sabe quando você está ali, mas seu coração e mente não? 

  Tem dias que eu quero ficar sozinha, e não ver ninguém, mais tem dias como hoje, que eu só quero um abraço, um sorriso, alguém que me faça bem, que me ajude a entender a minha dor. Eu me senti confusa por dias, pensei tanto no futuro que quase enlouqueci, em certos momentos tive a certeza de que eu quero prestar faculdade, em outros que eu só queria pegar minha mochila e sair fora. Sei lá não sei o que quero ser. Não sei nem quem eu quero do meu lado pra sempre. Não sei nem quem eu ainda sou, muito menos que faculdade quero fazer. E parece que o mundo está sobre meus ombros, me cobrando respostas e decisões que eu não estou pronta para dar.

Tirei esses dias para organizar meus pensamentos (sentimentos), revirei o guarda roupa, a alma e o coração, encontrei cartas e mais cartas de uma antiga melhor amiga (as presentes na foto) que infelizmente o tempo fez se afastar de mim, e por algum motivo as coisas foram acontecendo e se transformando mais uma vez e ela me mandou uma mensagem em um dia qualquer "Pensei muito em você hoje. Me perguntaram se eu tinha alguém que eu confiava plenamente sabe... de contar tudo mesmo. E eu disse que depois de você... ninguém. Porque pra você eu contava tudo mesmo. E eu era eu mesma..." e foi nesse instante, depois de ler uma mensagem tão simples que eu percebi que o amor existe, que a amizade verdadeira realmente existe e não precisa estar perto para ser real, e ela mesmo sem saber, me deu uma certa ponta de esperança a qual eu me agarrei firmemente. E me mantenho no pensamento de que um dia tudo voltará a ser simples e bonito como já foi um dia. Não que meus poucos amigos que estão ali comigo todos os dias não são importantes, são sim, e muito. Mas sou uma pessoa presa ao passado, minhas lembranças falam em voz alta em minha mente e não consigo deixar as coisas que deveria para trás.

 Eu estou com muita coisa na cabeça e pouco tempo e disposição para transformar isso em palavras que possam ser lidas e entendidas. Sei que posso parecer um tanto distante com esse texto, mas eu juro, só estou cansada. Mas amanhã é um novo dia, terá evento literário maravilhoso e com ele bastante fotos e novidades para vocês. Mais uma vez peço desculpas e agradeço o carinho. Com o tempo, tudo irá melhorar.

  Um beijo!

5 comentários:

  1. Que profundo :( sei muito bem como é tudo isso, essas coisas a algumas semanas... Não é nada fácil, essa fase de terceiro ano, qual faculdade prestar vestibular, dúvida se vai passar... Essas coisas estão me matando... Mas lembre-se que tudo passa, não é? Sim! 💜
    Melhoras Anjo! Beijos

    www.girlsmachine.com

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Não é nada fácil mesmo Lare, fico feliz por me entender, acho que tenho essa necessidade de saber que não estou "sozinha nessa", sabe?
      Melhoras pra ti também viu? E muito obrigada! Beijos!

      Excluir
  2. Também sinto que o mundo me cobra respostas e decisões que eu não sei dar no momento, é complicado. Mas é bom tirarmos um tempo para "nós" e tentarmos nos encontrar no meio de tudo isso, eu sei que é clichê haha mas é o que eu penso. Tem dias que quero ficar sozinha e tem dias que quero alguém do lado, dias que eu quero desistir de tudo e dias que eu quero tudo, ai fica tudo complicado, embolado, eu já não sei mais o que estou fazendo e paro com tudo haha não te condeno por ter deixado o blog de lado por isso, mas era triste entrar no link e não ver nada haha <3
    E com o tempo vai melhorar sim, você vai ver o/
    Peixinhos <3

    Loud Like Moi

    ResponderExcluir
  3. Maninha linda,obrigada por sempre ser tão corajosa e expor de uma forma tão perfeita tudo o que sente,amore.
    Me orgulho muito de você,xuxu.
    E sabe,todas essas dúvidas,todas estas confusões que temos dentro de nós,se vão com o tempo.
    E tenho certeza de que tudo o que está sentindo vai passar.
    Você é forte,maninha,e é capaz de superar tudo isso.Tudo vai melhorar amore.
    Amo você.
    Beijoos ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi florzinha :D
    Devo confessar que esse post não é nada do que eu imaginava quando li o titulo dele.
    Puxa vida, é muito opinar e até mesmo dar conselhos quando ñ se sabe a situação, o contexto e até mesmo nada da vida da pessoa, mas me parece que tu estas em depressão.
    Sentes falta de um passado bom, mesmo que teu presente seja bom...tu sentes falta de uma certa época feliz! Eu posso me relacionar com isso...sinto muito falta de varias épocas da minha vida, as quais eu fazia coisas boas e tinha pessoas incríveis, as quais o tempo foi levando também!
    Flor, espero que tudo volte ao normal, dê certo e sigas fazendo teus maravilhosos textos.
    Pode-se perceber que tu escreves com urgência e sentimento.
    Beijinhos ♥
    Fica bem!

    Pink CupCake

    ResponderExcluir

 
© CAPRICATI © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR DESIGNLC. imagem-logo