sábado, 15 de novembro de 2014

A garota que eu quero.

  Markus Zusak é o autor do meu livro preferido de todos os tempos, depois de ler e reler Eu sou o mensageiro incontáveis vezes, decidi me dar a oportunidade de conhecer -e me apaixonar- por seus outros escritos.

  Infelizmente cometi o equivoco de procurar os livros apenas em seu nome original, me deparei com os livros da chamada trilogia Irmãos Wolfe, os títulos que encontrei nessa pesquisa eram "The Underdog, Fighting Ruben Wolf  e When Dogs Cry.", fiquei com vontade de ler, mas uma trilogia não era meu objetivo no momento, por isso quando me deparei com o livro de título getting the girl nem pensei na hipótese dele fazer parte dessa mesma trilogia, procurei por esse livro na saraiva e apareceu a versão brasileira com o título de "A garota que eu quero.", comprei, li e amei. E só depois descobri que Getting the girl era o titulo alternativo para When Dogs Cry, e a intrínseca era responsável pela publicação apenas do último livro da série, por isso não tem nada na capa dizendo sobre os livros anteriores.
 
  Particularmente fiquei irritada com toda essa situação, o livro é leve e tranquilo e você consegue ler sem ser refém dos volumes anteriores, todavia, tenho certeza que minha experiência com os personagens teria sido extremamente mais intensa se eu tivesse lido os outros primeiro. E particularmente eu acho que Quando os cães choram é um título muito mais fiel a sensibilidade da história do que A garota que eu quero.
  Se você espera por um roteiro cheio de surpresas sugiro que procure por outro livro, pois esse leitura é simples e leve, mas garanto é encantadora. Em somente 174 páginas, Markus conseguirá te fazer sorrir e se emocionar com a simplicidade e intensidade dos personagens.

  "Cameron tem fome. Cansou-se de ser um maldito perdedor, deplorável, meio risonho e meio carrancudo, sempre tentando impressionar. Ele finalmente conheceu uma garota e seu espírito foi inundado por palavras. Agora Cameron está determinado a provar que não há nada mais belo que um perdedor disposto a lutar."

  "Cameron é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova. Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo."


"Eu ainda estava magoado, mas como falei, não tinha importância.

Eu já havia sido magoado antes e seria magoado outras vezes."

"Não houve perguntas quando cheguei, mas todos pareceram presumir que as coisas haviam corrido bem. Eram os sorrisos escapando do meu rosto. Escapando o tempo todo."

"Você é a primeira pessoa que eu realmente quis que me amasse."



  E essa finalmente foi a resenha que eu prometi fazer quando participei da maratona literária, demorou mais saiu. Espero que vocês tenham gostado e por favor, leiam o livro, sei que vão gostar assim como eu!
  Até mais pessoal, beijos!

2 comentários:

  1. Oi Tatiana, esse livro está na minha lista a algum tempo, porém eu nunca tinha lido nenhuma crítica sobre ele.
    Ao ver que você gostou, vou dar uma chance a leitura!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ain Gzuis! Eu amo esse livro!
    Seu blog é lindo! s2
    http://12sonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© CAPRICATI © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR DESIGNLC. imagem-logo