sábado, 5 de setembro de 2015

Sobre dor, verdades e passado.


Se tem uma coisa que eu tenho certeza nessa vida é que nós sempre vamos nos amar.
  Li por aí que amor rima com dor, e essa é uma verdade infeliz. Com tanto medo de perder um ao outro acabamos nos perdendo. Estamos juntos, porém perdidos.

  Sinto falta de quando tudo parecia mais simples. De quando havia mais sorrisos e mais leveza. Mas agora parece que tudo acaba em lágrimas. Como agora, são três da manhã e todas as musicas da minha playlist me causam dor que me levam à beira do desespero.

  Quando foi que as coisas mudaram tanto? Quando você descobriu meus segredos e meu passado sujo? Ou quando você disse que não confiava mais em mim? Sei que faz tempo mas ainda dói, ainda dói porque vez ou outra percebo por mais que esconda e finja que não, que isso ainda é verdade. Não te culpo, ninguém confiaria em uma pessoa com um histórico como o meu, mas posso garantir que tudo que fiz foi por amor. Por mais clichê e imaturo que isso possa parecer.

  Você é a pessoa mais paciente que conheço mas percebo que aos poucos, em pequenas doses sua paciência está se esgotando comigo. Seu sorriso sumiu e só aparece de vez em quando, só de passagem, ganhamos em troca um clima tenso e silencioso, não um silêncio íntimo e gostoso, mas aquele cheio de medos e despedidas. Estamos nos afastando um pouquinho a cada dia. Quando você revira os olhos para as coisas que eu falo, quando eu saio do seu abraço e vou para o outro canto do sofá de cara fechada.

  Vou dormir, ou tentar, todas as noites com o coração doendo e aquela maldita pergunta que não se cala em minha mente "onde foi que nós erramos?"

  De todas as coisas ruins que podiam me acontecer te perder aos poucos é sem dúvidas a mais dolorosa. Ainda guardo em meu coração a esperança que a gente vá superar tudo isso e dar certo, como nos filmes que gosto de assistir, um final feliz.

  Geralmente adormeço em meio às lágrimas e oração, peço sempre para o universo e até mesmo as estrelas, peço a qualquer força maior que eu, para que a gente de certo.
  Eu sempre vou te amar.

0 comentários:

Postar um comentário

 
© CAPRICATI © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. DESIGN E PROGRAMAÇÃO POR DESIGNLC. imagem-logo